12 junho, 2007

Arrogância (12.06, parte 1 de 3)

Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós. E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho? (Mateus 7:1-3)

Eu sou arrogante. Infelizmente. E nos últimos dias, percebi o quanto essa minha atitude em relação ao próximo (principalmente quando o próximo não pensa teologicamente como eu) é destrutiva e não-cristã.

Acontece que estive envolvido em conversas nada edificantes, onde eu e outros amigos, que seguimos a mesma linha de pensamento teológico, falamos mal e zombamos de outras pessoas que pensam de maneira diferente à nossa.

Isso não é ser cristão, e me envergonho por isso.

Não importa se minha ortodoxia e apego às verdades bíblicas me deixam espumando de raiva quando encontro com um liberal que rejeita a soberania de Deus, a ressurreição, o nascimento virginal, a autenticidade dos milagres, a historicidade da vida de Jesus relatada nos Evangelhos (todos os 4 e não apenas os sinópticos). O mandamento de Deus é amar ao meu próximo como a mim mesmo. Qualquer julgamento cabe apenas a Deus.

Não quero dizer com isso que abandono meus princípios. Digo, antes, que prefiro ser conhecido pelo amor, e não pela arrogância.

O Nagel tem algo semelhante a dizer, mas de forma muito mais profunda. Dê uma olhada lá.

E se de alguma forma eu te deixei chateado com algo que disse pessoalmente ou aqui no blog (ou no outro blog), peço perdão.
Duda

5 Comments:

Blogger Raphael Rap said...

É cara, encarar erros nem sempre é algo fácil de se fazer...

Que todos nós possamos nos policiar em relação a isso...

2:34 PM  
Blogger Eduardo Mano said...

De fato cara... só pela Graça de Deus. Que o Espírito Santo nos incomode sempre!

abraço, e obrigado pela visita!

2:42 PM  
Blogger Felipe Queres said...

Bom, acredito que atribuir a sim mesmo a arrogância só é possível a quem de fato é humilde. E como tal não concordará com o que acabei de dizer...rs.

Te admiro cara, muito, e a cada aprendemos amar mais você e a sua namorada.

Sei que não se agradece por isso, mas obrigado pela amizade.

Abração!

3:10 PM  
Blogger Felipe Queres said...

na msg acima sobrou um "m" e faltou a palavra "dia", mas tu já sabia...hehe

3:24 PM  
Blogger Eduardo Mano said...

Cara, quem agradece a amizade sou eu, e minha namorada também. hehehehe

Vocês são especialíssimos para nós. Mas eu sei que vc sabe disso.

Um forte abraço, e até mais tarde!

4:02 PM  

Postar um comentário

<< Home